Arquivo de março, 2015


A anos estamos vivendo uma política de um lado só, de uma verdade apenas e muita coisa tem que ainda ser feita, principalmente na questão moral e ética de nossa política. Eu aqui nesta postagem não quero abordar política da esfera Federal e Estadual, e sim somente a nossa política Municipal, que em sua maior parte é o grande problema da corrupção em todo nosso país.

Mas porque ela é o maior problema em todo nosso país? Simplesmente pelo fato dela estar acontecendo debaixo de nossos narizes e a gente finge em muitas vezes não enxergarmos ou simplesmente fazemos parte dela. Forçamos em discutir os acontecimentos da política do Estado e do governo Federal e a nossa largamos de lado, a troco de que? A troco da vaidade da parte intelectual existente em cada um de nós? E onde fica a coragem em encarar a verdade e enfrentar os “velhos” que nos assombram de forma real?

Alguns prefeitos em um ato covarde, não deixa que o crescimento empresarial das pequenas cidades aconteça e nem o crescimento da agricultura, forçando as pessoas serem dependentes direto da prefeitura em favores, como empregos e outros serviços.

No montante destas manobras que beira a qualificação de “esgoto moral”, somente quem perde é a população, pois esta fica calada perante tais abusos, como, por exemplo, diárias de prefeitos e pessoas da cúpula chegando a um valor absurdo de R$ 350,00 enquanto pessoas que ganham um salário de miséria nem mesmo tem uma diária digna, e outros com suas diárias de apenas R$ 20,00.

Tem ainda o que acontece de pior em uma cidade, que em minha opinião é o fato de vereadores poderem ter outros cargos públicos, estes em sua maioria usam somente seus cargos para favorecerem grandes famílias a troco de votos, enquanto as famílias pequenas ficam desamparadas, devido ao pouco poder de decisão em uma urna.

Em meus dias que me entrego totalmente a causa política, fico analisando se no fim das contas vale o empenho em lutar por uma política mais justa, e sabe o que eu acho quando analiso, mesmo desanimado as vezes? Acho sim, que vale de fato lutar pela maioria, mesmo sabendo que o reconhecimento vem de uma minoria e que a outra parte maior ainda não acredita. Antes fazer parte da solução do que parte do problema.

Crucilândia vem caminhando para uma melhora política, lógico que é um trabalho longo, talvez de gerações, mas eu creio que seremos ainda referência na região em fiscalização e legislação, como também em transparência. Até mesmo porque as mudanças sempre vêm de uma minoria, ou dos “menores”.

Enquanto a questão da justiça, eu acredito ainda, mesmo que com um pé atrás, mas de fato acho que a justiça mais rápida na questão política se chama “urna eletrônica”. A cada um que luta por uma sociedade melhor, cabe o papel de se transformar em um educador, em uma pessoa dedicada a causa política e a causa da luta pela minoria que sofre, mesmo como dito acima, sabendo que o reconhecimento não virá de forma instantânea, pois o reconhecimento é o que menos importa em uma revolução e sim o que vale é a justiça.

A vida é curta sim, mas para lutarmos pelo nosso próximo não, porque o que viemos fazer aqui neste planeta se não deixarmos ele melhor do que achamos?

Corrupção é um caso sério e crônico, se não encararmos de frente a descrença da humanidade é convertida em crimes, drogas, demência e vida vazia.

Anúncios

A “Petição Pública” do projeto de lei de iniciativa popular “DIÁRIA DE VIAGEM COM RESPONSABILIDADE” nasceu da indignação dos cidadãos que querem de uma vez por todas acabar com qualquer forma de corrupção, seja ela moral ou ética também.

Hoje em Crucilândia, prefeito e vice-prefeito tem uma diária de R$ 350,00 e secretários de governos, ou seja, cargo comissionado também tem diárias de R$ 250,00 também como os vereadores diárias de R$ 200,00.

É válido lembrar que o salário do prefeito hoje é de mais de R$ 14.000,00, dos secretários mais de R$ 4.000 e dos vereadores podendo chegar até R$ 3.400,00 enquanto a diária dos motoristas de ambulância são de apenas R$ 20,00 com um salário muito inferior.

Levando em conta as condições financeiras promovidas pelos cargos da cúpula, logo entendemos que não há a necessidade de diárias tão elevadas, fazendo assim um gasto anormal ao erário público.

Tal diária tão alta nos leva a pensar sobre “um complemento salarial” e não de fato uma diária, já que a média do almoço em Belo Horizonte não ultrapassa os R$ 15,00. Creio eu que uma pessoa em cargo tão importante não tem a necessidade de ter uma alimentação diferente daqueles que tanto trabalham para ganharem tão pouco.

Vamos simular uma viagem para Belo Horizonte, partindo de Crucilândia nos carros da prefeitura, levamos em conta que a gasolina já é paga por nós. Um funcionário acorda de manhã e toma um café da manhã, seja ele prefeito, secretário, vereador ou motorista de ambulância, este café custa R$ 5,00 e depois almoçam no “Buribar” (Bairro Buritís), churrascaria self-service, no valor de R$ 10,00, logo mais tarde fazem novamente um outro lanche no valor de R$ 5,00. Partindo desta suposição os R$ 20,00 foram suficientes, já que água potável tem em qualquer estabelecimento público, logo, como explicar os gastos de viagens de R$ 350,00 e R$ 250,00?

Somente no ano passado, 2014, pessoas da cúpula do governo da prefeitura de Crucilândia gastaram mais de R$ 17.000,00 em poucas viagens à Belo Horizonte.

Avaliem tal situação, esta petição pública é válida para tentarmos restituir a soberania do povo, já que a mesma está sendo esmagada pelos nossos governantes. Contamos com a ajuda de todos!

Para conseguirem uma via do documento para assinar acessem www.facebook.com/marcioproteste2 e passaremos via bate papo o arquivo, outras pessoas irão estar nas ruas para coletarem as assinaturas.