O Caminho da Política em Crucilândia.

Publicado: março 3, 2015 em Uncategorized

A anos estamos vivendo uma política de um lado só, de uma verdade apenas e muita coisa tem que ainda ser feita, principalmente na questão moral e ética de nossa política. Eu aqui nesta postagem não quero abordar política da esfera Federal e Estadual, e sim somente a nossa política Municipal, que em sua maior parte é o grande problema da corrupção em todo nosso país.

Mas porque ela é o maior problema em todo nosso país? Simplesmente pelo fato dela estar acontecendo debaixo de nossos narizes e a gente finge em muitas vezes não enxergarmos ou simplesmente fazemos parte dela. Forçamos em discutir os acontecimentos da política do Estado e do governo Federal e a nossa largamos de lado, a troco de que? A troco da vaidade da parte intelectual existente em cada um de nós? E onde fica a coragem em encarar a verdade e enfrentar os “velhos” que nos assombram de forma real?

Alguns prefeitos em um ato covarde, não deixa que o crescimento empresarial das pequenas cidades aconteça e nem o crescimento da agricultura, forçando as pessoas serem dependentes direto da prefeitura em favores, como empregos e outros serviços.

No montante destas manobras que beira a qualificação de “esgoto moral”, somente quem perde é a população, pois esta fica calada perante tais abusos, como, por exemplo, diárias de prefeitos e pessoas da cúpula chegando a um valor absurdo de R$ 350,00 enquanto pessoas que ganham um salário de miséria nem mesmo tem uma diária digna, e outros com suas diárias de apenas R$ 20,00.

Tem ainda o que acontece de pior em uma cidade, que em minha opinião é o fato de vereadores poderem ter outros cargos públicos, estes em sua maioria usam somente seus cargos para favorecerem grandes famílias a troco de votos, enquanto as famílias pequenas ficam desamparadas, devido ao pouco poder de decisão em uma urna.

Em meus dias que me entrego totalmente a causa política, fico analisando se no fim das contas vale o empenho em lutar por uma política mais justa, e sabe o que eu acho quando analiso, mesmo desanimado as vezes? Acho sim, que vale de fato lutar pela maioria, mesmo sabendo que o reconhecimento vem de uma minoria e que a outra parte maior ainda não acredita. Antes fazer parte da solução do que parte do problema.

Crucilândia vem caminhando para uma melhora política, lógico que é um trabalho longo, talvez de gerações, mas eu creio que seremos ainda referência na região em fiscalização e legislação, como também em transparência. Até mesmo porque as mudanças sempre vêm de uma minoria, ou dos “menores”.

Enquanto a questão da justiça, eu acredito ainda, mesmo que com um pé atrás, mas de fato acho que a justiça mais rápida na questão política se chama “urna eletrônica”. A cada um que luta por uma sociedade melhor, cabe o papel de se transformar em um educador, em uma pessoa dedicada a causa política e a causa da luta pela minoria que sofre, mesmo como dito acima, sabendo que o reconhecimento não virá de forma instantânea, pois o reconhecimento é o que menos importa em uma revolução e sim o que vale é a justiça.

A vida é curta sim, mas para lutarmos pelo nosso próximo não, porque o que viemos fazer aqui neste planeta se não deixarmos ele melhor do que achamos?

Corrupção é um caso sério e crônico, se não encararmos de frente a descrença da humanidade é convertida em crimes, drogas, demência e vida vazia.

Anúncios
comentários
  1. sera que etes mesmos otarios vao ter coragem de prestar contas ao nosso pai DEUS sei não sabe o que eles vao levar nada nada nada nada nada nada …………

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s